terça-feira, 12 de janeiro de 2010

A importância da entrevista na internet


Passei esses três últimos anos de jornalismo ouvindo o seguinte comentário: entrevistar pela internet é menosprezar o contato no olho, a chance de falar fisicamente com a fonte e relatar detalhes que transcendem sua declaração, como a forma de proferir as resposta, entre outros. Muitas dessas pessoas consideram que o texto escrito, ou digitado no caso, não corresponde ao que a pessoa falaria na vida real.

Que motivos não fariam alguém mentir na internet? Vamos enumerar alguns:

- Uma entrevista pela internet, especialmente publicada num site de repercussão, é um chance da pessoa se expôr e obter algo disso, mesmo quando não há interesse jornalístico.

- Uma entrevista pela internet irá se integrar com a notoriedade do entrevistado. Se o entrevistado der dados mentirosos ou informações falsas, mesmo que sejam opiniões, o prejuízo é tanto do jornalista quanto da fonte. Em tempos de indexação Google Search, isso fica nítido.

- Uma entrevista superficial ou com respostas monótonas tem a chance de ser cortada ou, se não for cortada, será mal exposta na rede. Novamente, má repercussão do entrevistador e do entrevistado.

Motivos que fariam a pessoa mentir:

- A pessoa é tímida e/ou não escreve bem na norma culta da língua portuguesa.

- A pessoa tem algum segredo constrangedor ou ilegal, motivos que podem ocorrer na vida real.

- A pessoa tem a tendência de se mostrar de forma diferente no formato texto.

Há outros motivos e não motivos para criar afirmações mentirosas. Mas, através de exemplos de um lado e de outro, da mesma situação, chego na conclusão que esses riscos existem na vida real, em maior ou menor risco dependendo da fonte. O que existe, para a internet ser renegada como um meio de entrevistas jornalísticas, é um preconceito da antiga escola da imprensa.

Progressivamente os profissionais farão entrevistas por MSN, Gtalk, Twitter e outros meios online. Atualmente as redações usam telefone para poupar gastos. O uso da internet vai piorar o jornalismo, em sua qualidade? Depende única e exclusivamente do profissional. Se há uma preocupação do jornalista com sua apuração, ele vai usar mensagens de texto, vai entrevistar a fonte via voz no Skype e, se ainda for mais necessário, vai usar webcam para teleconferências. Os meios eletrônicos não podem ser menosprezados, especialmente com a competência profissional sendo mostrada na rede.

3 comentários:

mao qiuyun disse...

zheng123 513
michael kors sale
true religion jeans outlet
valentino shoes
kate spade handbags
hollister clothing store
coach outlet online
abercrombie outlet
kate spade outlet
roshe run women
coach outlet store
coach outlet
adidas wings
toms shoes outlet online
true religion jeans
michael kors outlet
true religion outlet
soccer jerseys for sale
tods outlet
mlb jerseys wholesale
fred perry polo shirts
chanel handbags
celine outlet
ralph lauren outlet online
fitflop sandals
burberry handbags
beats solo
nba jerseys wholesale
converse shoes
lacoste shoes
salomon speedcross 3
chanel bags
oakley sunglasses

John disse...

puma shoes
cheap air max
burberry outlet online
polo ralph lauren
true religion jeans
hollister clothing store
ray ban sunglasses
bottega veneta
christian louboutin uk
vans shoes
tory burch outlet online
timberland shoes
nike huarache black
nike air max
michael kors outlet clearance
louis vuitton outlet online
ray ban sunglasses
ugg outlet
nike free flyknit 3.0
discount oakley sunglasses
ghd flat iron
buy red bottoms
tiffany jewelry outlet
nike free flyknit 5.0
louis vuitton handbags
adidas nmd white
adidas supercolor
nba jerseys wholesale
tiffany jewelry
louis vuitton uk
oakley sunglasses wholesale
asics shoes
2016601yuanyuan

raybanoutlet001 disse...

zzzzz2018.5.17
kate spade outlet
ray ban sunglasses
coach factory outlet
oklahoma city thunder jerseys
oakley sunglasses wholesale
coach outlet online
basket nike femme
browns jerseys
christian louboutin shoes
hermes belts

Posts mais lidos