terça-feira, 7 de abril de 2009

O fim da SET

É, realmente a coisa tá feia mesmo. Uma das mais antigas, e únicas, revistas de entretenimento do país fechou as portas. Na semana passada, em pleno 1º de Abril, correu pela internet o rumor de que a revista SET estaria acabando. Muitos acreditaram ser apenas uma piada inocente. No entanto, o fato infelizmente se concretizou.

Nas bancas desde o ínicio da década de 1980, a SET foi uma das principais responsáveis pelo crescimento do jornalismo de entretenimento no Brasil, algo praticamente inexistente há 25 anos atrás. O seu auge foi na década de 90, quando a publicação se tornou a principal fonte de informação para cinéfilos que queriam saber sobre os futuros lançamentos, ter acesso às entrevistas de astros e diretores, além de ter a possibilidade de ler uma crítica cinematográfica que falasse em sua própria lingua - algo que respeitasse sua inteligência e ao mesmo tempo não soasse arrogante e distante. Enfim, a SET definiu a formula que milhares de sites e blogs usam hoje em dia.

O fim da SET ocorre de maneira triste. Não houve nenhum anúncio oficial nem na publicação impressa e nem mesmo em seu site, que está desatualizado há pelo menos um mês. Infelizmente o caso não é o único. Ele segue uma tendência que vem do forte jornalismo de entretenimento americano, com o fechamento recente das revistas Blender e Premier, ambas no mercado a mais de 15 anos. Culpa da internet? Culpa da crise? Uma combinação dos dois fatores? O fato é que cada vez mais o jornalismo de entretenimento sai das bancas e caminha em direção aos blogs e sites.

ps: O furo do fim da SET vem do site Omelete.

Um comentário:

Ana disse...

Primeiro, me tiraram a Premier.
Agora, me tirarão a SET.

ONDE IREMOS PARAR?

Posts mais lidos