segunda-feira, 1 de junho de 2009

Microsoft: Games e Inovação na E3 2009

Após uma versão relativamente issossa ano passado (apenas Gears of Wars 2 e Wii Music marcaram mais, lembram?), a Electronic Entertainment Expo 2009 começou de uma maneira inovadora neste ano. O maior evento de games nos Estados Unidos trouxe novidades diretas da empresa que foi chefiada por Bill Gates. Entre jogos novos para o console Xbox360, como Halo 3 OSDT, Left4Dead 2 e até Metal Gear Solid Rising, que deve ter arrasado com os fãs da Sony e do Playstation 3 (o jogo anterior foi exclusivo na plataforma deles), surgiram também novidades para além dos games.

A Microsoft começou sua conferência sobre o Xbox360 às 14 hs de hoje. A grande novidade apareceu primeiro com o projeto de Peter Molyneux, da Lionhead Studios (a mesma que fez Fable II). Batizado de Milo, o game é uma interação com um personagem digitalizado que reconhece voz, expressões faciais e gestos da pessoa que estiver em frente ao videogame. A simulação transcendeu os limites do videogame ao revelar um cenário interativo. Pessoa física e o "menino digital" podem mexer nas águas, no cenário, de diversas maneiras.




Por último, um projeto maior da Microsoft foi revelado: Project Natal. A idéia, indo na tendência do Nintendo Wii de utilizar o corpo em um controle interativo (Wii Mote e o próprio Wii Fit), é um game totalmente sem joystick. O projeto é de um brasileiro chamado Alex Kipman, em homagem a Natal, cidade do Rio Grande do Norte.

Uma câmera registra os movimentos do corpo e está com um sistema aperfeiçoado de captação da voz. Ou seja: toda a interatividade do controle é anulada por um sistema eficaz de imersão do jogador dentro do game.




Outros surpresas do Xbox360 estão previstas para sua rede online, a XboxLive. Agora ela tem patrocínio de empresas como a Last.fm - que parece não cobrar a mais pelos servidores de registro de música dentro da Live -, Facebook - um "Orkut", rede social, dentro do videogame? Claro - e da Sky - exibindo filmes e programas de TV mediante pagamento.

Para um console que estava apenas no controle, utilizando DVDs, cujo o sistema de internet era o único atrativo, a Microsoft deu um passo definitivo para fugir da mesmice. A apresentação deles contou com celebridades como Hideo Kojima, criador de Metal Gear Solid, e até Steven Spilberg, que veio prestigiar a criação do Project Natal.

2 comentários:

Thiago Dias disse...

Que e E3 perdeu um pouco de seu brilho nos últimos anos, é indiscútivel, mas ainda continua sendo o principal evento de games no ano..tipo um Cannes da indústria.
Sempre vejo com um pé atrás tais inovações, principalmente vindas da Microsoft. A impressão que se dá, é que ela foi feita na pressa, sem se pensar em algo realmente funcional para se colocar isto dentro de uma narrativa eficiente de um game. Vamos esperar neh..

So uma correção Pedro. O novo Metal Gear não carrega o número 5 junto a ele. Isso é importante, pq nos leva a pensar que não será uma continuação direta do Guns of Patriot, o que faz total sentido.

Pedro Zambarda disse...

obrigado pela correção.

Posts mais lidos