terça-feira, 7 de julho de 2009

O Berlusconi brasileiro?

Comparar o esdrúxulo Silvio Berlusconi com o presidente Lula parece ser uma loucura somente cometida por radicais do DEM. No entanto, desde ontem a noite surgiram indícios que favorecem tal comparação. Se Lula não é presidente do Brasil e do Corinthians da forma que Berlusconi é premier e dono do Milan, ao mesmo tempo, parece que suas relações vão muito além do que a de um simples torcedor.

Segundo Ronaldo, o novo CT do Corinthians será construído a partir de 2010. E será o mais moderno do país, tão bom quanto o de qualquer clube europeu. Foi simplesmente a primeira notícia boa sobre o assunto nos últimos... 15 anos?

Quando perguntado a forma como o CT iria ser construído, Ronaldo revelou a real participação que Lula tem no clube paulistano. O presidente, que é membro vitalício do conselho há muito tempo, vem constantemente se interando sobre a situação econômica e política do clube desde o ano do rebaixamento. Lula teve participação significativa na reviravolta que o clube sofreu nos últimos 18 anos, se tornando o melhor do país.

Segundo Ronaldo, Lula teria passado para Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, alguns contatos de empreiteiras que poderiam “ajudar” o mandatário corinthiano a conseguir seu CT, o que seria seu maior legado como presidente, além de ter trazido o próprio Ronaldo. Tudo estaria pronto para o ano do centenário, a um custo significativamente menor que o habitual.

O sonho da construção de um novo estádio para cidade de São Paulo em virtude da Copa de 2014 parece ter sido enterrado. A obra, que seria repassada ao Corinthians no mesmo ano, se mostrou um rombo orçamentário que ninguém está disposto a bancar, nem a iniciativa privada, e muito menos o Estado de São Paulo. Kassab quer o Morumbi. Serra também, embora seu coração palmeirense torça pelo inviável Palestra Itália e Lula já mandou Ricardo Teixeira abaixar a bola em sua implicância com o São Paulo F.C. O CT surge como uma espécie de prêmio de consolo ao Corinthians, dado pelo presidente que vetou a arena.

Não que exista algum problema Lula ser conselheiro vitalício do Corinthians, ou clamar a todo mundo sua paixão pelo time. Obama o faz com os Chicaco Bulls. Mas o problema é quando sua influência é usada para ajudar o time. Lula não está fazendo nada ilegal até o momento, no entanto a questão ética foi seriamente comprometida. Qualquer favorecimento ao Corinthians em aspectos legais será posto em dúvida a partir da agora. Ronaldo, que é gênio só com a bola, pode ter mais prejudicado que ajudado seu time na noite de ontem. Quanto à ajuda de Lula, nada de mal pode sair daí. Para o Corinthians.

4 comentários:

Vinícius de Melo disse...

Na hora em que vi a reportagem com o comentário do Ronaldo pensei: "Nossa, olha o Lula querendo dar uma de Berlusconi". Pode até ser, mas acho que é cedo ainda pra afirmar qualquer coisa...

Pedro Zambarda disse...

deixa ser.

Agora, se aparecerem escândalos desse naipe em 2010, ele vai queimar a Dilma...

Ivan Torraca disse...

Caro Thiago, a idéia de comparar Lula e Berlusconi e o futebol é boa, mas a pauta poderia ter um enfoque mais light. Acho exagerado os termos usados... mas cairia como uma luva em qualquer grande jornal..
abraços.

龙大猫 disse...

nike roshe run
yeezy boost
harden shoes
af1
nike polo shirts
adidas neo
hogan outlet online
ultra boost
michael kors handbags
longchamps

Posts mais lidos