domingo, 24 de maio de 2009

Regrinhas para um bom twitter


Texto original do blog Wii Are Nerds.

Pensou que era apenas postar 140 caracteres e só? Esse pequeno guia vai apontar alguns toques fundamentais para você se manter nessa rede social. Caso contrário, é muito provável que você ache que ela virou um porre (e talvez você seja interessante a ponto de precisar de uns toques...).

1 - Faça SUA política de following/follow. Não siga a idéia "preciso seguir menos pessoas do que as me seguem". Se você quer seguir 1 milhão de pessoas, você pode, desde que saiba os endereços dos twitters que realmente importam (pra não ficar procurando atualização na página inicial, aquele trabalhinho bacana...). E, bom, seguir alguém não se trata apenas de ler a pessoa, mas em muitos casos você pode/deveria interagir. Nunca esqueça disso (mandando mensagens "@" e repassando com "RT:").

2 - Seja um "twitteiro com bom senso". Isso significa: NÃO responder a pergunta "what are you doing?" do sistema. Ninguém quer saber quantas vezes você vai ao banheiro e, às vezes, repito, às vezes, seu cotidiano chega a ser interessante. Mas você não é a "última bolacha do pacote". Simples.

3 - Comente as informações e links que recebe. Com o tempo, você vai notar que o twitter aos poucos pode até substituir seus leitores RSS. E há uma vantagem adicional nisso: você pode conversar diretamente com os autores dos textos. O @marcelotas, com seus quase 70 mil seguidores, pode ser que não te responda, mas blogueiros menores sim. Isso é ótimo.

4 - Faça reflexões bizarras. Pode não ser legal o tempo inteiro, mas é interessante uma discussão saudável por alguma idéia suspensa em 140 caracteres.

5 - CUIDADO com o que você posta. Seu chefe pode ler, sua mãe (se ela usa PC) pode ler e o Google tá ai pra isso. Twitter é público, mas o povo costuma esquecer esse detalhe.

6 - Quer ficar popular no twitter? USE. POSTE. Mas tenha consciência que você precisa ser o @manomenezes de fato pra ter a popularidade dele.

7 - Utilidade do twitter no celular: cobertura de eventos e em situações onde o PC não é possível. Esse recurso é batido, mas é muito interessante se usado da maneira correta.

E vale lembrar: se você acha o twitter inútil, se acha que ele vai virar outro orkut, pode se retirar, fechar conta e o caramba. Mas tenha consciência de uma coisa: o Facebook não criou nada inovador, o Myspace é pouco funcional e, mesmo assim, eles são populares. O que conta nesses sistemas não é o que eles fazem, mas a eficiência. Se você quer ir pra um sistema que ninguém conhece, mas é melhor, vá em frente. Só que a falta de pessoas é um problema.

Depois não diga que eu não avisei.

--

E caso queira acompanhar o Bola via twitter, clique aqui.

7 comentários:

jorge telles disse...

Pedro Zambarda de Araújo,

Um dos piores posts da história deste blog. Tanto em forma quanto em conteúdo.

Abraços,

Jorge Telles

Thiago Dias disse...

o fato de eles serem populares não os tornam utéis. Pelo contrário até..o twitter é inútil sim, uma perda de um tempo e um preocupante indicativo para nós jornalistas: cada vez mais as pessoas querem ler menos, se interar menos. O twitter ´"sério" nada mais é que noticia em dose homeopática.
De gota em gota não se chega a lugar algum

Pedro Zambarda disse...

eu concordo com essa crítica.

Mas não acho inútil. É muito mais útil do que leitor RSS. É interativo nesse ponto.

Thiago Dias disse...

RSS é outro sinal de preguiça crônica

Pedro Zambarda disse...

Ele é mais rápido do que caçar links, um por um.

Tatiii Almeida disse...

É um bom post para os que começam, eu por exemplo, abri conta, adicionei amigos que me diziam que iam ao banheiro, me irritei, fechei a conta e depois de ler muitos blogs, só consegui ter a conta de volta depois de 2 meses.
Hoje eu considero o twitter um vício, eu gosto de ler todos os posts, dou RT de assuntos interessante, afinal a fonte não sou eu, eu passei a usar mais twitter do que Google Reader. Substitui o serviço mesmo.
Twitter nao tem uma regra sobre como usar, com o tempo que cada um escolhe a sua. Eu acho facebook, orkut, myspace, perda de tempo porque eu nao leio tudo que postam lá, no twitter eu encontro mais conteúdo importante para mim, do que nas outras redes sociais.
Eu realmente consigo encontrar as infos desejadas rapidamente e com maior profundidade, via twitter, porque do twitter vai para o blog. Eu clico em quase todos os links. Dedico 2 dia/semana, umas 3h por dia, para ver o que chegou importante, responder, repassar.
Acho bom os jornalistas começarem a amar o twitter, senão, a informação vai chegar atrasada nos veículos, td mundo já vai saber, já vai ter milhoes de blogs comentando e opinando sobre os assuntos. Como eu já ouvi falar, graças a ontem, da greve da USP, infos via twitter a todo segundo, e no dia seguinte pouca coisa se falando nos grandes jornais. Se os jornalistas nao se atualizarem aos canais que obtêm a informação, seus dias estão contados. Só usando ele, para aprender quais sao as infos confiáveis, quem vc pode levar a sério, e fazer sua matéria com base em relatos. Jornalistas já vem perdendo mercado com os blogueiros, na minha opinião de quem trabalha com comunicação, jornalistas serão considerados sérios a partir do momento em que eles divulgarem a informação antes dos blogs. O twitter constrói a idéia da notícia, o corpo quem dá são vocês. Atualmente quem está fazendo isso são os blogueiros, na maioria das vezes eles não são jornalistas e, conseguem uma leitura em massa, que não precisa ser contado via comentários, mas por métrica de acessos e tempo na página.
Twitter mostra a manchete e um subtitulo (como nos jornais), a gente decide por ler o restante clicando no link.
Uma pesquisa que deve ser levada em consideração é que dos links publicados no twitter, 94% deles são clicados.
A pesquisa é sobre Google+Twitter, mas traz pontos bem relevantes sobre o assunto que o Thiago apontou: http://bit.ly/yzdLA (este link vai para o site do Fabio Ricotta, que trabalha com SEO)
É isso, o twitter é uma arma, suas balas são informações. Algumas são de festim, mas outras são poderosas. É só aprender a usar.
Bjos, Tatiii Almeida

Pedro Zambarda disse...

muito bom seu comment, Tati :)

Posts mais lidos