domingo, 7 de dezembro de 2008

Dentre os grandes és o primeiro!



Nunca ninguém chegou onde o São Paulo chegou neste domingo. Definitivamente, sem qualquer espaço para contestação, o hino do tricolor está mais correto que nunca: "entre os grandes, és o primeiro".

Agora são 6 títulos brasileiros, sendo 3 seguidos. 3 conquistas mundiais, e 3 conquistas da Libertadores. Só perde ainda em títulos paulistas, algo que poucos lembram. Mas não é isso que importa agora.

O que importa agora é a conquista de um time que se viu desacreditado. Pois, afinal, foi um time que por 19 rodadas atrás estava 11 pontos antes do líder. Precisaria de um milagre para ser campeão, e o fez: 18 rodadas invictas, a melhor defesa e o melhor ataque. A melhor campanha do segundo turno.

O São Paulo mostrou que não era apenas um time que ganhava na regularidade, mas um time que, ao contrário do que muitos dizem, sua, sangra e chora. Chora como chorou hoje. Nas lágrimas emocionadas, mesclando sentimentos. Raiva, alívio, alegria, vingança... tudo isso estava estampado hoje nos olhos dos campeões, de cada um deles. Pois afinal, foram todos parte de um único corpo. Como um grande sistema trabalhando em perfeita harmonia. Afinal, não existiram craques ou estrelas neste time.

Todos correram como um. Seja a valentia e o esforço do sempre questionado Borges. Seja a desenvoltura do diferenciado Hernanes. Sejam nos passes do precioso Jorge Wagner. Sejam a precisão e a habilidade de verdadeiros guerreiros como Miranda, André Dias e Rodrigo. Sejam, principalmente, a liderança de lendas vivas agora, como Rogério Ceni e Muricy Ramalho. O São Paulo foi sempre 1 e nunca 11. Foram 11 que deram tudo que tinham para um time, e não 10 trabalharam ao redor de 1, como era o time no primeiro semestre.
Estaria sendo óbvio e desnecessário se começasse a falar da estrutura, da organização e das virtudes do clube São Paulo, então é melhor falar da entidade São Paulo. Aquela que agora é incomparável em sua eficiência e inegável, como ainda insistem alguns cegos, em sua grandeza. Parabéns São Paulo Futebol Clube. Aquele que apesar de tudo e todos, têm seu nome cravado na história do futebol brasileiro, como aquele que em 2008 se tornou o clube mais vitorioso da história deste país. Agora, sem mais contestações.

3 comentários:

Pedro Zambarda disse...

Olha, de longe, seu texto mais apaixonado e mais bem estruturado =]

Texto de torcedor, mas sem apelos clichês e com várias informações.

Thiago Dias disse...

Mto obrigado Pedro. Creio que num momento desse, a razão da justamente o lugar à emoção

jorge telles disse...

BOSTA DA FOCA!

Posts mais lidos