quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Falece Les Paul: o revolucionário da guitarra elétrica

Com furo da Rolling Stone norte-americana (e várias matérias de jornais até revistas especializadas saindo ao mesmo tempo na internet), a morte do guitarrista Lester William Polfus, conhecido como Les Paul, aos 94 anos, hoje, foi lamentada no mundo todo. O falecimento ocorreu por causa de uma pneumonia que o levou a internação no Hospital White Plains, em Nova Iorque.

Inventor de do primeiro modelo de guitarra maciça, com captadores maiores e mais tonalidade do que a concorrente Fender, o homem colocou a marca Gibson no topo da categoria desse segmento de instrumentos e revolucionou a arte de criar música. Essa reviravolta marcou a década de 1940 e deu origem a uma geração de culto à guitarra elétrica.

A gravação em multi-canais também foi uma invenção dele, que também ajudou na implementação de efeitos na produção musical. Grandes nomes do rock como Jimmy Page, Paul McCartney, George Harrison, Eric Clapton (no começo de carreira) e até o jazzista Al Di Meola foram beneficiados pelas criações de Les Paul. Saul "Slash" Hudson, ex-guitarrista do Guns´N´Roses e atual Velvet Revolver, twittou seus pêsames pela perda do mestre, chamando-o de "meu amigo e mentor".

O tradutor Daniel Farina, da Whiplash!, trouxe uma matéria completa da CNN em português, acompanhada por outras sobre a origem da guitarra. Detalhes, clique aqui.


Gibson Les Paul modelo Classic. Um trabalho pioneiro.

Um comentário:

Thiago Dias disse...

O MUNDO deveria estar de luto. Fica o consolo de uma vida longa e MTO bem vivida. Les Paul, todas as lendas do rock são suas filhas.

Posts mais lidos