quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Um ano sem Heath Ledger

Há um ano o querido ator Heath Ledger (1979, Austrália – 2008, N.Y.) faleceu de overdose acidental de analgésicos. A notícia chocou meio mundo e logo começaram as especulações. Depois de meses a imprensa aparentemente se convenceu de que tudo não passou de um incidente fatal. Mas essa não era a única polêmica ao redor de Heath. Poucos meses depois, seu penúltimo filme estreou nos cinemas, Batman – O Cavaleiro das Trevas, no qual fez o papel do vilão maluco Coringa. Foi, provavelmente, o filme mais comentado de 2008. 2008 foi o ano de Heath. O trabalho em Batman imortalizou Ledger e marcou o mundo cinematográfico de tal forma que a única coisa que restou foi dar prêmios.

Há pouco mais de uma semana saiu o primeiro, um Golden Globe. Quando foi anunciado, a platéia de estrelas hollywoodianas aplaudiu de pé. Hoje, exatamente um ano após a morte de Ledger, saiu a indicação do segundo (e mais esperado): a indicação póstuma do Oscar, concorrendo na categoria de Melhor Ator Coadjuvante (Batman).Enquanto o último filme, The Imaginarium of Doctor Parnassus, não sai, esperamos com tristeza e figas nos dedos que o Oscar vá para as mãos de Matilda, única filha de Heath e Michelle Williams.

A cinematografia do ator conta com 10 Coisas que Eu Odeio em Você, O Patriota, Coração de Cavaleiro, Casanova, O Segredo de Brokeback Mountain, Os Irmãos Grimm, Eu Não Estou Aqui e, mais recentemente, Batman – O Cavaleiro das Trevas e The Imaginarium of Doctor Parnassus. Esse último filme Heath não teve a oportunidade de terminar e seu papel foi assumido por Johnny Depp, Jude Law e Collin Farell, para arrecadar dinheiro para Matilda, que ficou sem nada do pai devido a falta de atualização do testamento.

Para fechar com chave de ouro, "Why so serious?"

6 comentários:

Pedro Zambarda disse...

"Let´s put a smile on that face".

Thiago Dias disse...

Mariana,sério, apura melhor. O Oscar naum só teve indicacões postumas antes como já até teve um vencedor. Para ser mais preciso, está é a 11 primeira indicacão postuma na história dos Oscars.

Mariana Bruno disse...

nossa, a humildade tá batendo forte aí hein tiago?

Thiago Dias disse...

Eu mesmo já errei várias Mariana, e continuo errando. Só acho que qndo vc constrói uma frase forte como ´primeira da história´, a coisa precisa ser bem apurada.
Desculpe se pareci arrogante, mas no fundo foi só um conselho e uma correcão.

Pedro Zambarda disse...

relaxem, dudes.


mas que eu gosto de brigar, eu gosto XD

Pedro Zambarda disse...

(na internet. Não quero agressão, que fique claro)

Posts mais lidos