sábado, 10 de maio de 2008

Ponte estaiada é inaugurada em São Paulo



Sabe aquela grande ponte que estava sendo construída na Marginal Pinheiros há muito tempo? Aquela ponte gigantesca que pode ser vista a mais de 2km de distância em um dia de chuva, e muito mais em um dia normal. Com grandes cordas de aço presas a uma estrutura de 138m metros de altura que sustentam duas pistas de 190 metros cada, ela foi finalmente inaugurada neste sabádo. Teve direito a uma cerimônia com a presença do prefeito Gilberto Kassab e do governador José Serra, além de um desfile de carros antigos. A estrutura foi aberta ao público às 11h da manhã.

A ponte foi batizada com o nome do publisher da Folha de S.Paulo, Octavio Frias de Oliveira, morto em 2007, sendo representado por sua viúva Dagmar Frias de Oliveira. Todo o projeto da ponte, que deve facilitar o acesso de veículos leves aos bairros da zona sul de São Paulo, custou cerca de 260 Milhões de reais e teve início ainda no governo Marta Suplicy. Sua capacidade total é de 4000 veículos/hora e tem como objetivo desafogar o trânsito de veículos pesados da avenida Bandeirantes. Sua iluminação usa o mesmo sistema adotado na Torre Eiffel em Paris, que, graças a uma corrente elétrica, se ilumina e alterna de cor independentemente.

Obs: Resta agora uma pergunta? Ela vai realmente resolver o problema ou será só mais um grande elefante branco em São Paulo, como tantos outros que temos?

4 comentários:

Rafael Lacerda disse...

Um belo cartão postal para a cidade, mas é como você disse, resta que saber se vai funcionar ou não.
Na minha opinião os 260 Milhões poderiam ser usados em transporte público.


Ps: Ontem recorde de congestionamento em SP, denovo! \O/

Mônica Alves disse...

Sinceramente? Acho que não vai resolver em nada.

Pedro disse...

não sei se utilizar os 260 milhões em transporte publico resolveria, mas reformar os já existentes é uma boa 8P

Btw, daqui a pouco vai ter um êxodo da cidade, isso sim XD ou eu estou bem pirado.

Laís Clemente disse...

Thi, ponta EstaiAda, filho.

E o melhor foi a cobertura do primeiro dia útil de funcionamento da ponte pelo SP TV.
Helicóptero sobrevoando a ponte, visitantes contando como a ponte é uma ótima opção de passeio (quem foi que inventou que esse raio é ponto turístico???)e, como se não fosse suficiente, os âncoras em um estúdio transparente, tendo como fundo a vista da ponte. Para os telespectadores poderem admirar a beleza bonita da construção quando ficarem de saco cheio do jornal, claro.

Posts mais lidos